De Olhos na Catarata

Páscoa chegando…
17/03/2018
Exibir tudo

De Olhos na Catarata


De olhos na catarata


Catarata é uma alteração da estrutura intraocular chamada cristalino, a lente natural dos olhos, por onde passa a luz antes de atingir a estrutura neurológica e sensorial denominada retina. Ao longo do tempo, ocorre uma transformação nas fibras do cristalino, que perde a sua transparência natural, tornando-se opaco, o que dificulta a passagem da luz. A consequência é a diminuição progressiva da acuidade visual, inicialmente pouco perceptível.

Sintomas e sinais

Como a mudança ocorre na estrutura da lente natural (cristalino*), as atividades básicas começam a ser afetadas, como, por exemplo:

Cores – Alteração nas cores, pois existe uma mudança no contraste, no tom.

Dirigir – Com o excesso de luz, ocorre uma diminuição da pupila, que resulta na dificuldade da visualização dos detalhes.

Reconhecimento de pessoas – A evolução da catarata dificulta o reconhecimento do rosto de pessoas que vem se aproximando.

Sensação de que os óculos estão sujos – Com frequência, pacientes relatam que aumentaram o número de vezes que lavam dos óculos na tentativa de melhorar a visão.


Luzes noturnas – Dificuldade progressiva de definir pontos luminosos no período noturno. A sensação é de que as luzes aumentam de tamanho, explodem.

Leitura – Nos indivíduos com mais de 40 anos, a visão de perto vai diminuindo progressivamente (presbiopia), sendo agravada pela catarata.

Insegurança ao andar – Com a progressiva diminuição da visão, o portador de catarata sente-se inseguro para andar por causa do medo de cair. Esse receio faz com que ele diminua o hábito de caminhar, muito importante nessa fase da vida.

Mudança de hábito – Como a doença é lenta e progressiva, os pacientes acabam modificando seus hábitos sem perceber. É uma série de transformações, até mesmo na rotina familiar, quando, por exemplo, há a necessidade de acompanhantes causada mais pela dificuldade visual do que pelo avanço da idade.

Tipos de catarata

A causa mais frequente da doença é a senil, ou seja, está diretamente ligada à idade do paciente, portanto ocasionada pelo envelhecimento natural dos tecidos humanos. Esse processo ocorre com mais frequência após os 70 anos; porém, pode acontecer também com frequência aos 40, 50 ou 60 anos de idade.

Fatores que antecipam o aparecimento da catarata:



Remédios – Colírio ou remédios que contêm corticoide.

Doenças – Algumas doenças, como o diabetes, podem antecipar a manifestação da catarata, e o tratamento de outras, como o lúpus, pode desencadeá-la.

Causas que levam ao desenvolvimento da catarata:

Trauma – Os traumas automobilísticos ou profissionais são as causas mais comuns.

Raios X – A exposição a raios X pode desencadear a catarata.

Alterações congênitas – Problemas de saúde durante a gravidez podem acarretar o surgimento da doença.

Tratamento

O único tratamento existente e efetivo de catarata é o cirúrgico. Portanto, qualquer outro método não é eficiente nem comprovado.

A cirurgia é indolor, realizada com anestesia local e sem necessidade de permanência hospitalar. Pode ser dividida em duas partes:


1ª) Retirada do cristalino.

2ª) Implante da lente intraocular.

Vale destacar que a cirurgia de catarata é uma das que mais absorveu o desenvolvimento das tecnologias modernas, com a incorporação de muitos conhecimentos em informática e Física. Uma grande evolução tecnológica está no facoemulsificador, equipamento que auxilia o cirurgião a realizar o procedimento com muita segurança e previsibilidade.

Lentes intraoculares

Em grande evolução, as lentes intraoculares representam um enorme diferencial no resultado final da cirurgia, garantindo a melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

Atualmente, existem lentes específicas para tratar diversos problemas visuais, como as tóricas, para o astigmatismo, as bifocais e as bifocais tóricas, que diminuem a dependência do uso de óculos para enxergar de perto. O material dessas lentes também evoluiu muito quanto aos filtros de proteção contra os raios solares, como, por exemplo, o UV.




Fonte: Portal da Oftalmologia.

AGENDE JÁ A SUA CONSULTA:

Estamos pertinho de você!

Caso você queira marcar uma consulta ou tenha alguma dúvida, seguem abaixo os nossos endereços e principais meios de contato.

 

Unidade: Itanhaém

Av. Condessa de Vimieiros, 183
Centro - Itanhaém - SP
CEP 11740-000

itanhaem@ofta.com.br

+55(13) 3422-4548

 WhatsApp - Itanhaém 

Unidade: Mongaguá

Avenida Marina, 578
Centro - Mongaguá - SP
CEP 11730-000

+55(13) 3448-3536

mongagua@ofta.com.br

 WhatsApp - Mongaguá

Unidade: Peruíbe

Avenida São João, 473
Centro - Peruíbe - SP
CEP 11750-000

+55 (13) 3453-5102

peruibe@ofta.com.br

 WhatsApp - Peruíbe 

Unidade: Santos

Rua Carvalho de Mendonça, 238
Cj. 64 - Vila Belmiro - Santos - SP
CEP 11070-001

+55(13) 3222-1522

santos@ofta.com.br

https://www.ofta.com.br/

 WhatsApp - Santos 

Precisa entrar em contato conosco?

 

Caso você queira marcar uma consulta, tenha dúvidas, críticas ou sugestões, seguem os nossos principais meios de contato direto conosco ou se preferir, poderá deixar uma mensagem preenchendo o formulário abaixo com os seus dados, que responderemos a você em no máximo em 24h.

Tem alguma dúvida?
contato@ofta.com.br
Central de atendimento
+55 (13) 3422-4548

    Deixe uma resposta

    WhatsApp WhatsApp